sábado, 3 de setembro de 2011

Dica da vez ... vibrador para tratar a TPM!

Imagina... no filme um médico bonitão faz a terapia do vibrador com as pacientes para desestressa-las ...kkkk

“Hysteria” conta a história do surgimento do vibrador.
Na Inglaterra da era vitoriana, em 1880, o médico Robert Dalrymple diagnosticou várias mulheres com um distúrbio chamado histeria, e criou uma terapia para aliviar sintomas como estresse, irritabilidade e choro – ocorrências típicas do período pré-menstrual.

Era parte do tratamento uma cuidadosa estimulação manual das partes íntimas do corpo feminino. Para facilitar o trabalho, o especialista em saúde da mulher se associou a um amigo, que era apaixonado por objetos elétricos, e, juntos, inventaram o primeiro vibrador de que se tem notícia.
De lá pra cá, a coisa evoluiu muito. Outrora um verdadeiro trambolho elétrico, hoje o vibrador pode ser encontrado nos mais variados formatos, tamanhos e texturas – tem até de ouro 18 quilates pela bagatela de R$35 mil.

Porém, mais que um objeto fetichista, o aparelho é uma excelente ferramenta para as mulheres que têm dificuldades em chegar ao orgasmo e que buscam o autoconhecimento do corpo.
O filme “Hysteria” tem direção de Tanya Wexler e é estrelado por Maggie Gyllenhaal e Hugh Dancy. Depois de correr o circuito dos festivais, o longa-metragem deve estrear nos cinemas do Reino Unido, ainda neste ano. Não há previsão de lançamento no Brasil. [veja trailer]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita! Volte sempre e comente... :)